ORAÇÕES E SALMOS:
                             
Leia antes o Ensinamento de Meishu Sama, sobre "O poder do Guen-Rei (Kototama)"

Meishu Sama introduziu duas orações de base na doutrina messiânica, das quais apresentamos abaixo as versões originais.

Posteriormente, com a vinda para o ocidente, foi introduzido o "Pai-Nosso" em respeito ao mundo ocidental-cristão, principalmente aos antepassados ocidentais.

Além disto, Meishu Sama escreveu milhares de Salmos, muitos dos quais com o objetivo específico de serem entoados nos cultos. Poderemos encontrá-los em livros de salmos nas igrejas, muitos apenas no Japão, ainda por traduzir, e aqui pela Internet, onde você poderá procurar na secção de publicações, no item B, onde estão relacionadas as principais traduções.

AMATSU   NORITO

"sentido"

Palavras de Meishu Sama
Taka Ama Hara ni Kami tsu mari masu
Kamurigui Kamuromi no Mikoto motite
Sume mi oya kamu Izanagui no Mikoto
Tsukushi no himuka no tatihana no
Odo no awagui harani misogui
Harai tamou toki ni nari maseru
Haraido no Ookami tati moromoro no
Magagoto tsumi kegare o
Harai tamae Kiyome tamae
to moosu kotono yoshi o
Amatsu kami Kunitsu kami
Yaoyorozu no kami tati tomo ni
Ame no futikoma no
Mimi furi tatete kikoshi meseto
kashikomi kashikomi momoosu

Miroku Oomikami
mamoritamae sakihae tamae
Miroku Oomikami
mamoritamae sakihae tamae

Meishu no Oomikami
mamoritamae sakihae tamae
Meishu no Oomikami
mamoritamae sakihae tamae

Kannagara tamatihae mase
Kannagara tamatihae mase

Ó deuses da purificação,
criados por ordem do pái e da mãe
que habitam o Céu,
justamente quando
o Deus Izanagui no Mikoto
se banhou na foz estreita
de um rio coberto
por árvores
permanentemente frondosas,
na região Sul.
Com todo o respeito
e do fundo do coração
pedimos que nos ouçam,
tal como o equino que ouve atento,
com ouvidos aguçados e,
juntamente com os demais
deuses do Céu e da Terra,
purifiquem todas as maldades, desgraças e pecados.

Miroku Oomikami
Abençoai-nos e protejei-nos

Meishu Sama
Abençoai-nos e protejei-nos

Para expansão da nossa alma
Seja feita a Vossa vontade

"A oração Amatsu-Norito

remonta a uma época anterior

à de Jinmu,

o primeiro imperador do Japão.

Foi escrita por um "deus"

da linhagem de

Amaterassu-Oomikami,

adorado pelo clã Yamato.

Por isso suas palavras possuem

um espírito muito elevado

e uma ação intensa,

tendo o poder de purificar

o Céu e a Terra."

 

ZENGUEN    SANJI

Prece de Louvor a Deus

História

Uyauyashiku omonmiruni.
Sesson Kanzeon Bossatsu
konodoni amorasse tamai
Komyo Nyorai to guenji
Ooshin Miroku to kashi
Meshia to narasse
Daisen sanzen sekai no sandoku o me'shi gojoku o kiyome.
Hyakusen man oku i'sai
shujo no dai nengan.
Komyo joraku eigono
ju'po sekaio narashimete.
Gofu jyuuno kuruinaku
fukukaze edamo narassu naki.
Miroku no myoo umitamoo.
Muryo muhen no daidihini, tenmarasetsumo matsuroite.
Shoaku jahouwa aratamari,
Yasha ryudinmo guedatsu nashi.
Shozen bushin kotogotoku
sono kokorozashio toguru nari
Sansen somoku kotogotoku
Sesson no itokuni nabikaite
Kinjutyugyo no suemademo
mina sono tokoroo ezarunashi
massani kore shibi jísso sekainite. Karyobingawa sorani mai
zuiuntenni tanabikeba.
Banka fukuikutini kunji
tahoo bu'to sossori tati.
Hitidoo garanwa kassumi tsutsu koganeno iraka sansanto
hini terieizu koukeiwa,
guenimo tengoku jodo nari.
Gokoku minorite kurani miti
sunadori yutakani amegashita,
iketoshi ikeru moromoro no
eragui niguiwau koegoewa
tsutsu uraurani mitiwatari.
Kunito kunitono sakainaku
hito gussa tatino nikushimiya.
Isakaigoto mo yumeto kie
í'tenshikai Kannonno
jinjino mimuneni idakaren.
Wareraga hibino segyounimo
myotio tamai shinkakuo
essashime iewa tomissakae.
Yowaiwa nagaku muiyakuni
zentoku koo kassane sasse
fukujukai muryono daikudoku. Taressasse tamae mashimasse to
nennen jushin guezatonshu
kifuku raihai negui moossu.

Miroku Oomikami
mamoritamae sakihae tamae
Miroku Oomikami
mamoritamae sakihae tamae

Meishu no Oomikami
mamoritamae sakihae tamae
Meishu no Oomikami
mamoritamae sakihae tamae

Kannagara tamatihae mase
Kannagara tamatihae mase

Meditemos com reverência no Senhor Bodissatwa Kannon que, ao descer do céu à terra em Komyo Nyorai, transformou-se a seguir em Ooshin Miroku e posteriormente em Messias. Salvar a todos os seres vivos é o Seu sublime anseio expurgando dos três mundos os três venenos e as cinco impurezas, para que a luz e o júbilo eterno para sempre se instalem em todos os cantos do mundo. No reino de Miroku gerado por Kannon a desordem não existe.
Venta a cada cinco dias, chove a cada dez e a brisa é tão suave que nem os galhos farfalham.
Com Sua grandiosa, infinita e ilimitada misericórdia, que até aos demônios celestes e aos diabos induz a Lhe prestarem obediência, Ele extingue os vários males e anula as leis malignas, libertando igualmente os Yashas e os Dragões.
Todos os santos homens, os Budas e os Devas podem, assim, cumprir as suas missões.
Os rios e montanhas, as plantas e as árvores recebem copiosas graças de Kannon.
As aves, os animais, os insetos e os peixes podem viver plenamente a sua vida, cada qual ocupando o seu exato lugar. E o mundo assume, então, o seu verdadeiro aspecto. Por entre as nuvens de bom presságio a estender-se pelo firmamento voa a ave do paraíso sobre a terra perfumada na qual milhares de flores exalam a sua fragrância.
Ladeada de grandes templos obnubilados pela distância destaca-se a torre sagrada com seus muitos tesouros, em cujos telhados de ouro refulgem os raios do sol. Tal é a paisagem do reino dos céus no solo purificado. Fartas colheitas de cereais abarrotam os armazéns, a pesca é abundante e as vozes de todos os seres vivos elevam-se animadas para o céu.
Desapareceram, como por encanto, as divisas entre os países, os ódios e motivos de disputa entre as raças humanas e a humanidade é abraçada pelo misericordioso peito de Kannon. O verdadeiro despertar da sabedoria divina é praticado em nosso trabalho cotidiano.
A família prospera acumulando atos virtuosos e tem a sua vida prolongada sem remédios ou medicamentos.
Concentrado, de todo o coração, de cabeça baixa e corpo curvado, peço humildemente que tais bênçãos chovam do céu, formando um mar de ilimitada bem-aventurança.

Assim seja.


         Em 23 de Dezembro de 1934, Meishu Sama procedeu à cerimôniade fundação da Igreja, de forma prévia,em Sua residência, denominada Ôshin-Dô, situada em Kôji-Mati-ku, Hiraga-tyo, em Tóquio. Sendo dia do 52º aniversário de Meishu Sama, comemorou-se essa data também, na mesma ocasião.

 

Foi então entoada, pela primeira vez, a oração Zenguen-Sanji, após a Amatsu-Norito.

 

Entoada novamente oito dias depois na cerimônia oficial da fundação da igreja, a 1º de Janeiro de 1935, passou a se constituir oração peculiar da igreja.

 

Na passagem da Transição da Noite para o Dia no mundo espiritual, a Zenguen Sanji, na pura acepção da palavra, evoca o insondável intento Divino, em sua penetrante, bela, fluente, límpida e harmoniosa ressonância. Descreve ainda a situação do Paraíso Terrestre que será estabelecido no futuro.

 

Alguns anos após a fundação da igreja no Japão, que entrara na confusa época que precedeu a 2ª Guerra Mundial, as ideologias passaram a ser rigorosamente controladas, suas palavras censuradas e as religiões oprimidas.

 

Em 1938, chegou-se ao ponto de se ver proibidas as atividades das novas religiões. Não obstante seu desempenho, também Meishu Sama viu-se cerceado na liberdade religiosa em face das circunstâncias, e voltou-se para um movimento de salvação pela cura.

 

Nesse periodo, a Zenguem Sanji não foi entoada.

 

Após o término da guerra, em 1945, assegurada a liberdade de crença, a igreja reiniciou suas atividades como "Nippon Kannon Kyodan" e a Zenguen Sanji novamente passou a ser entoada com a Amatsu Norito.

Quando se está sufragando espíritos de antepassados,  ao invés de "Miroku Oomikami" ou "Meishu no Oomikami", invoca-se "Kakuriyo no Ookami" que é a Entidade que cuida das almas no mundo espiritual...

www.meishusama.org